Benefícios dos alimentos fermentados à saúde

Basicamente os alimentos fermentados podem curar seu intestino, e ajudar a alcançar uma ótima saúde. Alimentos fermentados são cheios de probióticos (conhecidos como “bactérias boas”) e sabemos que esse balanço intestinal é a base da saúde física, mental e emocional.

A técnica de produzir vegetais fermentados é de conhecimento milenar e atualmente se tem falado muito sobre os benefícios dos fermentados para nossa saúde.

Mas afinal, o que ocorre no processo de fermentação?

O processo de fermentação faz com que as bactérias presentes na superfície dos alimentos se alimentem dos açúcares presentes no meio (carboidratos e fibras) transformando-os em ácido láctico, ácido acético, enzimas digestivas, sais minerais, vitaminas do complexo B, etc. Os alimentos fermentados são alimentos pré-digeridos de sabor e aroma marcantes e uma ótima fonte natural de probióticos (bactérias “do bem”).

Quando a flora bacteriana intestinal está em equilíbrio, dificulta (ou até mesmo impede) que bactérias patogênicas (bactérias “do mal”) exerçam suas funções. Um dos maiores benefícios dessa produção de ácidos pelas bactérias é que os ácidos produzidos na fermentação diminuem o pH intestinal contribuindo também para o equilíbrio desse maravilhoso órgão absortivo.

Os alimentos probióticos mais conhecidos são os fermentados a partir do leite, como iogurte e coalhada, mas temos ótimas fontes vegetais de probióticos como rejuvelac, vegetais crus fermentados, chucrute, kefir, missô, natto. O natto, por exemplo, é rico em vitamina K2, uma vitamina que controla a formação de trombos e previne doenças cardiovasculares.

Aqui estão os principais benefícios do consumo dos alimentos fermentados à saúde:

• Ajudam do processo digestivo por conter enzimas digestivas; • Defendem o organismo de bactérias patogênicas; • Melhora a capacidade de eliminação de toxinas; • Melhora o aspecto da pele; • Melhora o sistema imunológico: 80% do nosso poder imunitário está no intestino, e os probióticos ali são potentes defensores de nosso organismo aos patogênicos; • Fonte de vitaminas do complexo B: vitaminas que são cofatores de todos os processos que geram energia ao corpo, e interfere na digestão de proteínas, carboidratos e das gorduras; • Melhora a absorção de nutrientes; • Ajuda a combater a inflamação causada por “bactérias ruins” ajudando no processo de emagrecimento; • Quando a microflora está equilibrada ajuda no combate contra infecções causadas por fungos, como candidíase • Desintoxicação: alimentos fermentados são os melhores quelantes de metais tóxicos, e seu consumo ajuda a eliminar uma gama enorme de toxinas e metais pesados. • Muito mais barato do que comprar lactobacilos formulados ou mesmo prontos. • Ajuda na sensação de bem estar e até controle de ansiedade e estresse, já que o intestino (reconhecido como segundo cérebro) saudável ajuda a formar serotonina, um dos neurotransmissores responsáveis por isso; • Ajuda no combate á obesidade. Estudos já mostraram que alterações na microflora interfere no ganho ou perda de peso.

Além dos benefícios citados a cima, o processo de fermentação ajuda a conservar os alimentos, e era muito usado na antiguidade exatamente por conta disso.

Fermentar legumes em casa é uma ótima opção para não estragar os frescos que você compra. Sabe quando compramos aquele repolho orgânico lindo, mas não sabemos o que fazer com tanto? Além das formas tradicionais de consumo, você pode fazer fermentados, combinando com outros vegetais até, obtendo sabores e cores diferentes.

Via

Aqui no Snack Bar L’École o sanduiche de Frango com Kimchi é uma opção que traz a salada coreana fermentada. Além de saudável, é uma opção deliciosa para qualquer momento do seu dia. Experimente. 😉

Compartilhar este artigo

VOCÊ PODE GOSTAR

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Direitos Autorais e cópia; 2018 DAHZ Todos os direitos reservados. L'École Brasil - Escola de Culinária e Alta Gastronomia.